terça-feira, 30 de março de 2010

Hoje cheguei em casa tarde e acabou não dando tempo de ir para a academia. Então fiquei na sala, com minha mãe e ela "zapeando" os canais, quando de repente parou em um filme e resolveu começar a assistir. E eu, como grande cinéfila que sou, logo descobri qual era o filme... Sweet November, acho que o título em português é Doce Novembro mesmo... aquele com o Keanu Reeves. Eu amo esse filme, de paixão, mesmo o final sendo tão triste (desculpe quem ainda não assistiu, rs). É um filminho de amor mesmo. E começar a rever esse filme me fez lembrar que a algum tempo atrás, eu não acreditava mais em histórias de amor. Que tudo que passava nestes filmes eram coisas de filme mesmo e só. Na vida real tudo era bem diferente... Estava mesmo desacreditada no amor. Não sei se por causa do relacionamento que eu tinha na época, mas eu realmente parei de acreditar em Destino e "feitos um para o outro", coisas deste gênero. Na época até parei de assistir a estes tipos de filme, pois eu terminava de ver e ficava meio puta com aquele história de "faz de conta".
O tempo passou e sem que eu esperasse o Farley reapareceu na minha vida. Um relacionamento que eu nem queria tentar, pois como já havia dado errado uma vez, com certeza daria errado de novo. Na época que nos reencontramos eu estava até bem resolvida sozinha... indo para as baladas, curtindo nigths... mas ele foi tão doce, gentil, meigo. Me tratou com tanto carinho, que eu não pude resistir a ele. Resolvi dar uma chance, mesmo acreditando que estas coisas de romances não existem.
Hoje eu vejo estes filmes e fico toda sensibilizada. Penso no Farley, na nossa história e logo lembro que eu voltei a acreditar no amor. E fico pensando o quanto que eu era "infeliz" quando tinha parado de acreditar. É tão lindo acreditar em histórias de amor e mais lindo ainda é vivê-la.
Eu achava que não iria encontrar alguém do jeitinho que eu queria. Alguém que se encaixasse tão perfeitamente no perfil de Homem que eu achava que eu merecia e por isso tinha parado de procurar. E hoje, mais do que nunca, sei que histórias de amor existem sim e podem acontecer com você no momento em que você menos espera, como nos filmes.

Hoje de manhã eu coloquei no meu twitter que eu estava com medo. E estava mesmo, com medo do casamento... a famosa TPC que todas nós passamos ou ainda vamos passar. Mas depois de ver esse filme e lembrar da minha história com o Farley... bem, não preciso dizer que passou, não é?!

Um beijo grande para todos que me acompanham.
Espero que tenham gostado da mensagem, que nas entrelinhas querem dizer apenas uma coisa: nunca perca as esperanças, as coisas mais lindas acontecem, no momento que você menos espera.

7 comentários :

  1. Me deu vontade de contar sua história... Mas AINDA não te fotografei! hehe

    ResponderExcluir
  2. Ai, amiga...história de amor existe na vida real, sim!
    E vocês serão protagonistas de uma linda história feliz!!!
    bjs e saudades,

    Rosinha

    ResponderExcluir
  3. Oi lindona,

    Também amo esse filme, é o tipo de filme adoroooo!!!

    Babados!!! precisamos conversar! tenho muitas novidades! rs! abandonei meu blog, tadinho... mas estou fechando as coisas do casório! rs! nem acredito...

    Quero umas dicas suas... vou te mandar um e-mail!
    Bjinhus!

    ResponderExcluir
  4. Oie....
    Adorei o blog....
    Visite e siga o meu tb!
    www.caroladuarte.com
    Beijinhos =)

    ResponderExcluir
  5. Ameeeeeeeeeeeeei o post! Muito lindo e inspirado. Não gostei muito desse filme, justamente por causa do final... haha
    Beijo.

    ResponderExcluir